Nome Comum

Pacu-comum, Pacú-branco, Pacu-manteiga

Nome científico

Mylossoma spp., Myleus spp., Metynnis spp. Myloplus spp.

Família

Characidae, de peixes com o corpo lateralmente deprimido e maxilar inferior proeminente.

Características

Tanto os do gênero Metynnis (21 espécies), quanto os do gênero Mylossoma (5 espécies) apresentam o corpo alto e comprimido lateralmente em forma arredondada ou ovalada, coberto de pequenas escamas. A cabeça e a boca dotada de fortes dentes molariformes dispostos em uma ou duas fileiras, são pequenas e as nadadeiras dorsal e anal estão situadas na parte posterior do corpo. A coloração depende de cada espécie e muitas vezes da água onde vivem. Espécies como o Pacu-borracha, apresentam manchas avermelhadas pelo corpo.

Distribuição/ocorrência

Bacias Amazônica, Araguaia-Tocantins, Prata e São Francisco, onde algumas espécies serão encontradas em rios, lagos e igapós, e outras em corredeiras e pedrais, alimentando-se de frutos, sementes, algas e também de crustáceos e moluscos.

Equipamento

Pode ser pescado com vara de bambu com 4 a 5m de comprimento, linha 0,50 e anzóis fortes, batendo-se a isca de modo a reproduzir o som de uma fruta caindo. Com molinete ou carretilha, varas média ou a, linhas 17 a 25Lb e anzóis fortes.

Iscas

Caranguejos, Minhocuçus, coquinhos, pedaços de jenipapo, bolinhas de massa de farinha.

OUTRAS ESPÉCIES ENCONTRADAS NO RIO PARANÁ
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Abotoado

Aruanã

Apaiari

Apapá

Barbado

Bicuda

Black Bass
Cachara Cachorra Facão

Caparari

Corvina

Curimbatá

Dourada

Dourado

Jacundá

Jatuarana

Jaú

Jurupensém

Jurupoca

Lambari

Mandi

Mandubé

Matrinxã

Pacu-Caranha

Pacu-Comum

Piraíba