Nome Comum

Dourada

Nome científico

Brachyplathystoma flavicans.

Família

Pimelodidae, peixes siluriformes desprovidos de escamas.

Características

Corpo alongado, de coloração clara com refelexos dourados que justificam o nome. A cabeça achatada comum aos siluriformes é prateada e a boca é dotada de barbilhões sensoriais. Pode atingir 1,5 m de comprimento e pesar 20 quilos.

Distribuição/ocorrência

Bacia Amazônica, onde realiza grandes migrações, desde o estuário no mar até a Colombia, Peru e Bolívia levando de 2 a 3 anos nessa migração que antecede à desova. As larvas levadas de roldão pela correnteza logo chegam ao estuário, local de crescimento e de onde dão início à nova migração. Encontrado normalmente no leito de grandes rios, nos poços e abaixo das corredeiras, alimenta-se de peixes menores, principalmente de escamas.

Equipamento

Varas pesada com linhas de 25 a 30lb, anzóis 8 a 10/0 empatados em aço flexível. Chumbadas compatíveis com a correnteza no local da pesca.

Iscas

Peixes inteiros: Jaraquis, Curimbas, Matrinxãs, etc.

OUTRAS ESPÉCIES ENCONTRADAS NO RIO PARANÁ
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Abotoado

Aruanã

Apaiari

Apapá

Barbado

Bicuda

Black Bass
Cachara Cachorra Facão

Caparari

Corvina

Curimbatá

Dourada

Dourado

Jacundá

Jatuarana

Jaú

Jurupensém

Jurupoca

Lambari

Mandi

Mandubé

Matrinxã

Pacu-Caranha

Pacu-Comum

Piraíba